Blog, costura

Vestido de tule azul

Há um tempo costurei este vestido para uma série no Youtube e olha, virou um dos meus queridinhos do armário ❤

1

Uma das coisas que mais gosto desse modelo é que ele é todo “descompromissado” com qualquer estilo específico, afinal, não é clássico nem  despojado o suficiente. Talvez com um tecido mais relax ele fique despojadão (já que é tudo solto), mas como fiz com um tule, ficou com cara de arrumadinho.

A série completa está AQUI e gravei vários vídeos com o passo a passo completo do vestido. Como coloquei forro ficou um pouco mais longo que o que a revista propõe, mas ainda assim há boas dicas nos vídeos.

3

No dia em que tentamos fotografar pela primeira vez (foto acima) estava aquele vento louco que só essa cidade costeira me permite viver. E a única solução é rir.

5

Reparem meu cabelo na foto de cima, que loucura. Tem horas que o vento é tãooo forte que não dá nem pra abrir os olhos. Claro que não é todo dia que está assim, mas é bem comum.

4

Acima, um outro dia, já completamente sem vento e com céu azul. Uma das coisas que mais gosto nele é esse comprimento abaixo do joelho. Nem longo, nem curto, assim sento em qualquer lugar sem me preocupar com nada.

Abaixo, as pérolas que bordei no vestido:

2

Foram compradas em um brechó e tem essa cor linda-de-deus mesmo.
A única coisa que não curti no vestido é que ele é naturalmente muito largo. Fiz o 38 sem margem de costura e ficou imenso, então vou desmanchá-lo para reduzir e retirar o bolso. Daí ficará xuxu ❤ . Caso você queira fazer, minha sugestão é cortar um número menor e se puder, faça uma peça-piloto antes.

Uso sempre com um cintinho pra dar uma acinturada mas estou pensando em pegar o restante do tecido e fazer um cintinho com o mesmo tom, assim ficará sem esse contraste / corte que o cinto marrom causa. Acho que ficará bom.

Beijo,

Pat

 

 

 

Blog, costura, tutoriais

Como fazer: calça para bebê

Nem sei como escrever um post quando apenas consigo dizer: é FOFO demais!

2cal

Mas bora lá: nasceu a filha de uma amiga e logo pensei em costurar um presentinho pra Olívia, a bebê mezzo Italiana, mezzo neozelandesa de apenas 20 dias. Eu havia feito essas raposinhas AQUI, mas quis colocar algo mais “útil” dentro do pacote. A idéia era mesmo fazer uma roupinha usando algum tecido macio e, fuçando na revista Burda (nov/2015), vi as peças de bebê e resolvi fazer a calça, já que ela precisava exatamente da quantidade de tecido que eu tinha aqui. Esse fleece usei no forro dessa  jaqueta que fiz no início do inverno, então deu pra aproveitar o material sem sobras =)

O fechamento é super simples: fiz tudo com costura embutida mas você pode fazer costura reta + zigue zague ou usar a máquina overloque para fazer os acabamentos internos.
No vídeo, o passo a passo da costura:

>>> para assistir o vídeo clique Aqui

Nos cós dá para usar só punho (geralmente tem em moletons) ou fazê-lo com elástico, que foi a minha opção. A maior diferença é que usando o punho você precisará fazer  o zigue-zague ou usar a overloque. Já com elástico, dá pra embutir o acabamento.
Aqui, uma foto das costas da calça:

4cal

Pra quem quer fazer roupinhas para bebê recém-nascido acho que super vale comprar a revista pois há 7 ou 8 roupinhas diferentes e a construção delas é bem simples. Tem macacão, casaquinho, vestido, camiseta. Tudo bem fofo.

5cal

E parte do presente, com uma das raposinhas.

Fofo demais, não? E vocês, o que andam costurando? Eu estou fazendo uma blusa pra mim que anda mais enrolada que o cone de linha. Mas uma hora sai, tenho fé!

Até logo,
Pat

 

obs. para receber as postagens “em casa”, cadastre seu email no box lateral acima do Instagram =)